DJ Soares – Suite 702

19 Abr
DJ Soares

DJ Soares

O produtor/DJ Soares do Clã Leste e da banda Primeira Audição, é umas das boas promessas do groove brazuca. O single do projeto Suite 702 é uma boa amostra disso.

São duas faixas. “O Telefone Dela” com Théo e “Vida” com a cantora “meio senegalês, meio francesa” Mo’Dyé.

Duas faixas que estão disponíveis para baixar num pacote que vem com versões acapella e instrumental, além de um making-off, da faixa “Vida”. Bem aqui

Beats com potencial comercial forte, na medida exata para o mercado europeu.

A proposta de Soares é fazer uma espécie de prévia do disco.“Deixei disponível pra download no myspace e pra download remunerado no Itunes, pelo selo japonês Root70Lounge (www.myspace.com/root70lounge)“, explica.

Saindo do formato virtual ele pretende lançar o CD também pela Root70 Lounge no mesmo esquema do single. “Queria fazer esta prévia para o pessoal já sintonizar a idéia e sonoridade do disco, será um disco que fala de amor e no processo de produção das músicas estou tentando encontrar uma linguagem única para que o disco tenha início, meio e fim“, explica Soares.

O clima romântico fica claro nas duas faixas, e aproxima a batida que vem do rap para um lado mais pop. Na verdade é recuperar uma sonoridade que os gringos vieram aqui e se apropriou dessa essência musical, gente como Incógnito, Jamiroquai, Gilles Peterson entre tantos outros.

Toda semana falamos de artistas que disponibilizam suas músicas e discos na internet. Poucos no Brasil falam sobre isso, no rap menos ainda. Soares vê a relação rap-internet de uma forma coerente: Eu vejo de uma forma muito positiva, acho que hoje em dia tanto o rap quanto a música em geral ganharam uma arma muito forte de divulgação e transmissão. Lógico que no início, nem tudo é perfeito. Artistas renomados acabam se sentindo ameaçados, mas hoje já vemos meios em que podemos controlar um pouco as coisas. Muita gente diz que com a praticidade que a internet proporciona acabam surgindo muitas pessoas amadoras e que podem “queimar” o movimento hip hop, mas eu penso ao contrário, acho que a probabilidade de surgir nomes de talento também cresce a partir do momento que fica mais fácil você divulgar a sua música. Se não fosse a internet eu não conheceria metade dos grupos que conheço hoje em dia. A web é democrática, possibilita as pessoas que não dispõem de muito dinheiro lançar o seu trabalho na rede, mas lógico que nada se compara a lançar o seu trabalho em CD prensado”.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: